Q + A Com Mike Mccready, Co-Fundador E CEO Da Music Xray

McCready pensa em sua empresa de meses 18 como o Match.com da indústria da música: em vez de pombinhos em potencial, o Music Xray conecta músicos a profissionais da indústria que estão procurando licenças de músicas únicas ou gravações.

McCready viaja por todos os EUA e Europa para reuniões com empresas de música. Abaixo, ele nos conta mais sobre o Music Xray e como ele navega pela vida na estrada.

P: Como o Music Xray funciona?

A: Criamos ferramentas que ajudam os profissionais do setor - diretores de programas de rádio, produtores e gerentes, por exemplo - a coletar músicas e talentos de alto potencial entre a vasta quantidade de músicas independentes disponíveis. Os profissionais podem filtrar coletivamente milhares de músicas por dia, identificar materiais de qualidade e reunir seus esforços de seleção. Em outras palavras, nós capacitamos nossos membros a organizar um grande palheiro de música, retirar as agulhas e criar um “pacote de necessidades” que outros profissionais da música podem selecionar para as melhores músicas e talentos.

Graças ao Music Xray, milhares de músicas e artistas foram selecionados para oportunidades que vão desde licenças de músicas únicas para TV, filmes e anúncios até grandes contratações de gravadoras.

P: Como você se interessou por essa linha de trabalho?

A: Eu estive na indústria da música por 10 anos. Esse negócio foi vítima de interrupção de tecnologia, então eu queria ajudar o setor a aproveitar a nova tecnologia para um propósito positivo.

P: Onde seu trabalho o leva com mais frequência?

A: Estou em Nova York e viajo bastante pelos EUA. Também tenho uma casa em Barcelona que uso como base na Europa.

P: Quais são seus gadgets favoritos para ouvir música enquanto viaja?

A: Meu iPhone ou iPad e fones de ouvido Power Beats. Eles são pequenos, leves e têm ganchos que os mantêm presos com segurança. Eles são ideais para esportes e aeroportos.

P: Ao decidir sobre um hotel de negócios, quais são seus critérios mais importantes?

A: Localização - perto das minhas reuniões - e preço. Minha empresa opera lean: Quando precisamos nos divertir, fazemos certo, mas quando é só para nós mesmos, somos frugais sem sermos baratos.

Q: Como você luta contra o jet lag?

A: Eu vou para uma corrida de 30 para 40 minuto depois que eu caio e então, dependendo da hora, eu vou tirar uma soneca rápida e poder pelo resto do dia. Você tem que ser disciplinado e não dormir por muito tempo.

P: Onde estão alguns dos seus lugares favoritos para ouvir música ao vivo?

A: Em Nova York, gosto de ir ao Highline Ballroom na West 16th Street. Sala Razzmatazz é um dos meus locais de eleição em Barcelona.

P: Quais são algumas das suas dicas para viagens aéreas?

A: Inscreva-se no Global Entry para que você possa passar pela segurança e pela alfândega com mais rapidez. Obtenha um cartão de crédito como o Chase Sapphire Preferred, que não cobra uma taxa de conversão quando você paga em outras moedas. Obter um bom programa de fidelidade e ficar com essa companhia aérea, tanto quanto possível. As recompensas e upgrades acabam importando muito.

Q: Que tipo de bagagem você carrega?

A: Eu pego uma mochila Thule ou, para uma opção mais elegante, uma pasta de couro macio Kenneth Cole que se converte em uma mochila. Eu também tenho um exército suíço com quatro rodas. As quatro rodas são fundamentais - é muito mais fácil de manusear.

Veja mais Business Travel Ideas